no

O advogado Alberto Toron homenageia Lula com uma beca como símbolo de Justiça

O advogado Alberto Toron, que neste ano defendeu o empresário bolsonarista Carlos Wizard na CPI da Covid, prestou uma homenagem ao ex-presidente Lula com uma beca, como a usada nas cortes, para simbolizar a justiça.

“Lula será o homem capaz de transformar este país num país que deixa de ser polarizado para um país de união”, afirmou o advogado Alberto Toron.

“Um homem que dentro do cárcere respeitou as regras do jogo democrático e do jogo do direito também, complementou o advogado Toron.

Tudo isso aconteceu num jantar em São Paulo com cerca de 500 convidados promovido pelo Grupo Prerrogativas, formado por advogados e juristas, criado há cerca de cinco anos, como um grupo fechado no WhatsApp, primeiro para defender as prerrogativas profissionais dos advogados, sistematicamente violadas no Brasil da Lava Jato.

O ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) fizeram sua primeira aparição conjunta em público neste domingo (19) com o objetivo de articular a disputa presidencial nas eleições de 2022.

As críticas ao governo Bolsonaro foram a ênfase dos discursos feitos pelos integrantes do Prerrogativas. “Nossa irrestrita solidariedade com quase 620 mil famílias brasileiras que choram hoje a morte de um ente querido. Mais de 600 mil ausências sofridas, mais de 600 mil histórias interrompidas por ações e omissões criminosas desse governo genocida que nos envergonha diante do Brasil e do mundo”, afirmou Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do Prerrogativas.

O grupo agraciou o ex-presidente Lula com o troféu “perseverança” e também com um quadro de Cândido Portinari, entregue pelo deputado federal Marcelo Freixo (PSD-RJ) e pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay.

Escrito por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregamento

0

Comentarios

0 comentarios

Fóruns da Justiça do Trabalho da 2ª Região exigem comprovante de vacinação ou teste negativo de covid-19 a partir de janeiro

Finanças em dia: Saiba mais sobre a Lei do Superendividamento